LANÇAMENTOS

Vingadores: Guerra Infinita

Lançamento: 26 de abril de 2018
LANÇAMENTOS

Marvel Spider-Man

Data: todos os sábados
Horário: 09:00
Canal: Disney XD
LANÇAMENTOS

Homem-Aranha: No Aranha-Verso

Lançamento: 14 de dezembro de 2018

Crítica Retrô | Homem-Aranha 2 (2004)

Passados 2 anos desde o primeiro filme do herói, Sam Raimi nos entrega a sequência do tão aclamado Homem-Aranha de 2002, prometendo trazer o dobro de tudo que havia tido de bom em seu antecessor, e ele conseguiu.

Em ‘Homem-Aranha 2’ somos apresentados a um Peter Parker (Tobey Maguire) já adulto que tem que enfrentar vários problemas do dia-a-dia de jovem de 20 anos, ele precisa focar nos estudos, manter-se em um emprego que possa sustenta-lo e dentre várias outras dores de cabeça, por outro lado, ele salta sobre Nova York, ajudando as pessoas da cidade como o Homem-Aranha, e é ai em que o filme foca, o modo em que vemos a divisão dos dois lados é simplesmente fantástico, soa quase como se estivéssemos lendo um dos quadrinhos clássicos do herói.

Além de seus problemas convencionais (e outros nem tanto) Peter ainda tem que lidar com sua paixão por Mary Jane (Kristen Dunst), cuja a personagem aqui não melhora em nada em relação ao seu papel no filme anterior, o casal continua totalmente sem química e sem graça, a personagem de Dunst, como eu mesmo comentei, continua na mesma, cumprindo o papel clichê da donzela em perigo . Um ponto alto do filme, envolvendo os coadjuvantes, foi Harry Osborn (James Franco) que segue a trama deixada no final do primeiro filme, aqui somos apresentados a um Harry já amadurecido e vingativo que possui uma obsessão doentia de vingança pelo Homem-Aranha, o qual Harry acusa de ter matado seu pai, é ótimo ver como o personagem evoluiu do primeiro filme para cá e acaba tendo uma parte importante na trama .

Falando em personagens vilanescos não poderíamos deixar de comentar a respeito do principal antagonista do filme, o Doutor Octopus, muito bem representado por Alfred Molina, não deixa nem um pouco a desejar, mesmo que esteja bem mudado de sua versão nos quadrinhos, Otto Octavius consegue representar uma grande ameaça com uma boa motivação, uma coisa que vale ressaltar é que é bem legal o jeito que fizeram o Homem-Aranha acabar no caminho de Octopus, o vilão não tem nenhum ressentimento pelo “aracnídeo” e os dois viram inimigos quase que “por acaso” .

O Doutor Octopus não foi a unica ameaça a ser enfrentada pelo herói aracnídeo no filme, aqui, Peter Parker sofre com a perda repentina de seus poderes, causada pela falta de confiança do rapaz em si mesmo, algo que é sensacional de assistir, Peter tenta encontrar o equilíbrio de sua vida e o único modo de conseguir isso é aceitando quem ele é, mesmo com seus problemas .

Homem-Aranha 2 consegue contar uma ótima história, que prende o público do inicio ao fim e que merece ser lembrada pelos fãs até hoje como um dos melhores (ou melhor como a maioria considera) filme do herói.

(4 aranhas gordinhas e meio )

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO